Qual a melhor opção de pagamento para seu e-commerce: solução integradora ou combo de fornecedores?

A quantidade de meios de pagamento online disponíveis está cada dia mais ampla, o que é ótimo para quem opera um e-commerce ou serviço digital. Por outro lado, nem sempre é fácil entender exatamente o que cada opção oferece e como escolher entre elas afeta o futuro do negócio. Por isso, preparamos este artigo, que vai explicar quais as diferenças entre uma solução integradora e um combo de fornecedores.

Avaliando as diferentes opções

Entre as possibilidades para receber pagamentos online em seu e-commerce, podemos destacar basicamente três grupos: os adquirentes, a chamada integração direta, subadquirentes, também conhecidos como intermediadores de pagamento e, por último os gateways, responsáveis por processar as transações com segurança. 

Para fazer uma escolha inteligente é preciso entender primeiro como cada um desses meios funciona, para então selecionar o modelo que mais se adequa à realidade do seu negócio. Depois disso, basta comparar os players disponíveis quanto as suas funcionalidades, tarifas, suporte, etc.

Algo fundamental ao fazer esse estudo é perceber como cada solução pode impactar sua operação, já que o meio adotado terá efeito direto sobre a taxa de conversão, custos operacionais e manutenção do sistema da sua loja, entre outras coisas. Por isso, não se baseie em conceitos superficiais ou no que parece mais barato no momento. Em vez disso, se concentre no que será mais benéfico e ajudará a aumentar os lucros.

Nesse artigo, vamos deixar claro o que vale mais a pena: um conjunto de fornecedores que compõem os serviços que a sua empresa precisa ou uma solução integradora, que realiza todas as ações de forma centralizada. 

Combo de fornecedores de meios de pagamento

Dependendo das necessidades da sua loja e do provedor de pagamentos escolhido, talvez seja necessário contar com diferentes serviços, que se complementam para atender à sua demanda. Veja alguns destes: 

Adquirentes

Em termos simples, as adquirentes são as operadoras de cartão e seu papel é comunicar-se com as bandeiras e os bancos para realizar a venda e fazer o pagamento corretamente, normalmente em até 31 dias. Os adquirentes podem ser contratados de modo direto pelo lojista ou usados através de um gateway, como vamos ver a seguir. 

A relação direta com os adquirentes é muito atrativa para certos lojistas pelas taxas, que costumam ser mais baixas que as oferecidas pelos intermediadores. Assim, pensando na escala do negócio, estes optam pelo serviço que aparentemente fica com uma parcela menor dos lucros.

Gateway 

O gateway é um sistema que faz a transação das informações e realiza os pagamentos. Assim, quando a operação é iniciada, o gateway entra em contato com o adquirente, que imediatamente aciona o banco emissor para ver se o comprador tem saldo suficiente e se seus dados estão corretos. Só então é que a venda é finalizada. Um detalhe importante: como você pôde perceber, o gateway não funciona sem a comunicação com um adquirente.

A grande vantagem do gateway em relação a alguns intermediadores de pagamento são seus recursos avançados, como compra com um clique, retentativa inteligente e checkout transparente, algo que parte dos intermediadores não possui.

Quer contratar a VTEX? Fale com um especialista.

Outros serviços importantes

Como esses serviços são individuais, ou seja, lidam apenas com a parte das transações, nem sempre existe integração com outras funções importantes como, por exemplo, os sistemas de gestão de risco e controle antifraude. Nesse caso, o lojista tem que contratar tais serviços a parte, o que pode pesar ainda mais no fim das contas. 

Solução integradora

Já as soluções integradoras, também conhecidas como intermediadores de pagamento, centralizam todos os serviços essenciais a um e-commerce em um único lugar. Isso traz algumas vantagens, começando pela facilidade de integração e passando pela quantidade de opções de pagamento disponíveis aos clientes da loja. Além disso, diferentemente da maioria dos adquirentes e gateways, que cobram por tentativa, a solução integradora só cobra por transações aprovadas.

Somando isso ao fato de os sistemas antifraude avulsos também cobrarem por tentativa e do alto custo de manter um analista de risco à disposição, se torna muito mais viável contar com os serviços integrados. 

Veja também:

Como garantir a segurança da informação no e-commerce?

5 dicas para aumentar a taxa de conversão no e-commerce?

O que levar em conta na escolha 

Agora que entendemos como funciona cada uma das soluções à disposição, precisamos pesar os fatos e ver o que vale mais a pena para cada tipo de negócio. 

Custo

Muitos preferem os adquirentes por conta das taxas menores. Existe, inclusive, o pensamento de que os intermediadores só valem a pena para lojas pequenas, que estão iniciando suas operaçõesporque oferecem todas as ferramentas necessárias sem grandes encargosmas para negócios maiores, vale a pena integrar direto no adquirente. 

Mas, esse pensamento não está totalmente correto. Afinal, como vimos, integrar diretamente ou usar um gateway envolve contratar um combo de fornecedores, e os custos disso acabam não fazendo sentido, pelo menos até que o negócio chegue a um faturamento na casa dos 10 milhões. Antes disso, avaliando o custo total de ambas as escolhas, se torna bem mais caro pagar por um combo de fornecedores do que uma porcentagem um pouco maior sobre as vendas com uma integradora.

Funcionalidades

Mas será que ao escolher uma solução integradora você não vai perder funcionalidades importantes, que poderiam comprometer o desempenho da loja e a lucratividade com o passar do tempo? Será que não vale a pena investir em um Gateway, que possui mais recursos? Não!

Soluções de qualidade oferecem tudo o que você precisa, mesmo as oferecidas por alguns gateways, como compra com um clique, antecipação de recebimento, checkout transparente, integração simples, retentativa automática de transação, sistema antifraude e muitas outras coisas. De fato, não são apenas as lojas nascentes que podem aproveitar as vantagens de uma integradora. 

Apesar da grande variedade de modelos e serviços de pagamento, é possível escolher o melhor para o seu negócio por observar tanto as funcionalidades como os custos envolvidos nessa decisão. Afinal, integrar um sistema confiável e que atenda às necessidades dos clientes é uma das coisas que tem mais influência no quanto a loja vai crescer e continuar prosperando. Certamente, uma solução integradora tem tudo para ajudá-lo a conquistar isso.

6-erros-de-migração-de-plataforma-de-loja-virtual

Sobre o Moip

O Moip é a solução de pagamentos ideal para e-commerces, marketplaces e sites de assinaturas. Baseado nos conceitos de inovação e flexibilidade, o Moip oferece aos seus clientes mais de 15 opções de pagamento, ferramenta de gestão de risco, além de uma adesão simplificada: um contrato e única integração. Muito mais que um intermediador de pagamentos, o Moip é a solução completa para todos os tipos de negócio.