5 Dicas importantíssimas para proteger a sua loja online das fraudes

Receber uma notificação de chargeback faz parte do dia-a-dia de de qualquer loja virtual, mas nunca é algo agradável, pois gera perdas financeiras e cria sentimento de insegurança para o lojista.

Se a sua loja já está familiarizada com esse cenário, construiu estratégias e tem serviços para minimizar as perdas, você está mais seguro.

O problema está quando as notificações de fraude chegam em um volume acima do esperado: significa que a loja on-line foi vítima de um ataque de fraudes de cartão de crédito.

O que fazer diante de uma situação dessas? Pensando nisso, listamos 5 passos que qualquer loja online deve seguir para minimizar esse problema e seguir com seu foco em vender mais!

 

1. Tome atitudes rápidas

Quando você receber uma notificação de chargeback, o primeiro a fazer é verificar se você teve outras compras com caráter similar e que podem ter um alto risco de serem novas fraudes.

Todo cuidado é pouco nesse momento já que algumas quadrilhas, ao encontrarem uma brecha na loja virtual, tentar se aproveitar ao máximo.

Depois de analisar quais outros pedidos têm alto risco de serem fraudes, separe uma parte do seu capital para cobrir essas perdas. Segure alguns investimentos para que seu fluxo de caixa não seja prejudicado.

Lembre-se que um novo chargeback pode demorar até 90 dias para ser notificado, portanto é importante que você faça uma análise de um período igual ou maior que esse.

A partir daí, fique mais criterioso em sua análise. Caso um pedido seja deu um valor alto ou de um novo cliente com um endereço não muito comum, certifique-se que é uma compra verdadeira!

 

2. Filtre os produtos mais cobiçados

Olhe para o seu negócio de uma maneira mais ampla e começar a aplicar alguns filtros para estancar o sangramento financeiro causado pelas fraudes, barrando eventuais pedidos perigosos.

O primeiro nível da “filtragem” é referente aos seus produtos. Quais são os mais caros, os mais desejados ou os que têm mais probabilidade de serem revendidos?

Redobre as atenções em relação a estes itens, pois eles são os que têm a mais chance de despertar a cobiça de criminosos virtuais.

Tenha sempre em mente que a maioria dos fraudadores não faz compras para si próprio: eles agem visando ao lucro, adquirindo produtos para revendê-los posteriormente e faturar em cima disso.

Por isso sempre fique atento com celulares, eletrônicos, roupas de marcas famosas entre outros que podem ser revendidos. Flores e vinhos naturalmente são menos visados por essas quadrilhas.

 

3. Filtre as compras mais caras

Uma recomendação importante é observar o ticket médio da sua loja on-line e aumentar o cuidado em relação aos pedidos que estejam muito acima deste valor.

Por exemplo: um cliente costuma gastar R$ 250 quando faz compras em sua loja on-line, mas um dia você recebe um pedido no valor de R$ 2 mil. 

Calma, contenha a euforia e observe atentamente esta compra antes de despachar o produto. Às vezes, na ansiedade de fazer uma venda ótima e faturar muito, você pode acabar aprovando uma fraude e sofrer um tombo considerável.

Outro exemplo é um cliente novo, que nunca fez um pedido na sua loja. Enquanto o valor médio de um pedido na sua loja é de R$ 300 reais, ele comprou R$ 4 mil! Esse também pode ser um indício. 

 

4. Tenha cuidado com os fretes relâmpagos

Fraudadores têm pressa para receber os produtos comprados ilegalmente e, evidentemente, não têm pudor em pagar mais caro por uma entrega imediata (afinal de contas, se ele está usando um cartão clonado, este custo não sairá do bolso dele, certo?). 

Isso não significa que você deva retirar a opção de frete expresso do seu site, apenas que fique mais atento com estes pedidos – é provável que você pesque algumas vendas ilegítimas antes de enviar o produto.


5. Desconfie de todas as coincidências

Imagine que, de uma hora para outra, a sua loja passou a receber diversos pedidos de clientes em uma cidade na qual você não costumava vender.

Foram dezenas de pedidos em um curtíssimo espaço de tempo, e sem nenhuma ação de marketing que justificasse isso. Cuidado! Algumas coincidências podem não significar notícias muito boas.

Os dados mais propensos a essas “coincidências perigosas” são endereço de entrega e telefones para contato.

Um criminoso pode ter milhares de dados pessoais de compradores legítimos e de cartões de crédito diferentes, mas ele certamente não terá nem dezenas de números de telefone para contato ou de endereços para receber uma compra. Por isso, fique atento.

Calma, ainda não acabou!

As cinco dicas são boas condutas para um período emergencial, mas é crucial que o seu negócio conte com a proteção de uma solução antifraude – um sistema que fará análises automáticas e manuais de todas as suas transações de cartão e evitar possíveis chargebacks.

Fale agora com nossos especialistas VTEX e veja como podemos te ajudar juntos com parceiros especializados para que você tenha mais segurança!

Quer contratar a VTEX? Fale com um especialista.

Konduto

Konduto

Parceira VTEX especializada em combater a fraude online. A Konduto é pioneira na utilização das tecnologias de comportamento de navegação e inteligência artificial para barrar compras criminosas na internet, mas sem barrar as vendas legítimas – melhorando consideravelmente o resultado financeiro dos lojistas.

Artigos Relacionados